3 Bons Exemplos para Ganhar Dinheiro com a Renda Passiva (o #3 é o melhor de todos)

Se você não conseguiu encontrar uma boa definição para a expressão “renda passiva”, que está no título deste artigo, fique tranquilo, afinal, essas palavras são aquelas que, apesar de terem muito significado, são difíceis de explicar.

Na tradução mais informal possível, renda passiva é quando você recebe dinheiro sem fazer nada.

Bem, é claro que na verdade não é bem assim que tudo funciona, mas é que a explicação é considerada difícil de ser dada, ainda mais se buscarmos palavras curtas, frases objetivas.

Portanto, sem continuar tentando traduzir a expressão ao pé da letra, vamos demonstrar o que é a renda passiva, como ela funciona e como você pode ficar rico apenas com ela.

Entendendo o que é a Renda Passiva

Nos dias atuais e modernos, as pessoas conseguem dinheiro de formas bem simples: vendendo seu produto e lucrando com ele ou vendendo seu tempo e seus serviços. Logo, tudo não é nada mais do que uma troca.

Para tanto, há contratos, salários, permutas… E uma infinidade de nomeações para essa comercialização. Isso tudo faz parte da chamada renda ativa, logo, você trabalha por algo e em troca recebe dinheiro.

Portanto, qual seria o oposto? Você receber dinheiro sem que tivesse que vender o seu tempo ou o seu produto. É isso: apresentamos-lhes a renda passiva.

Mas, note que, mesmo que você fique a receber dinheiro posteriormente, você terá que fazer algo anteriormente. Bom, ainda não ficou muito claro, não é? Vamos exemplificar…

3 Exemplos de Rendas Passivas

Reprodução: Google

1 – Escritor

Imagine um escritor: ele trabalha (mais ou menos) com a renda passiva. Isso porque ele investe parte do seu tempo, da sua dedicação e do seu estudo para produzir um livro. Só depois que ele é produzido e publicado que o autor consegue ter alguma renda.

Assim, se ele “gastou” 5 mil reais durante o seu trabalho, precisará vender mais do que isso para conseguir algum lucro. E, vamos supor que esse escritor seja famoso. Então, em 1 ano ele “recupera” os 5 mil reais.

Depois disso, todo lucro que vier pode ser considerado uma renda passiva, justamente porque esse dinheiro pode vir em qualquer momento da vida dele. Ele vai escrever novos livros, em novos projetos e poderá estar recebendo uma renda daquela antiga publicação.

2 – Afiliados

Você conhece o programa de afiliados? É simples de explicar: supondo que você tenha um site e seu publico seja formado, na maior parte, por empresários. Então, você pode optar por vender algum e-book sobre gestão em RH.

Daí, se você não tem esse livro produzido, pode entrar em algum programa de afiliados, escolher um produto que melhor case com seu público e indica-lo no seu site. Quando um dos seus leitores comprar o livro, você vai receber uma porcentagem sobre ele.

É considerada uma venda passiva porque, mesmo que a pessoa tenha tido o trabalho de criar estratégias para a venda dos produtos afiliados, não foi ela quem produziu o livro.

Esses dois exemplos foram simples e, entre eles, poderíamos ter citados muitos outros, como:

  • vender nomes de domínio de palavras chaves valiosas,
  • vender um curso online por assinatura,
  • criar um aplicativo de celular,
  • manter um imóvel alugado,
  • licenciar ideias inteligentes,
  • criar franquias e outros.

Mas, deixamos para o final uma dica matadora… Confira!

3 – Carteira de Investimentos

É uma das melhores formas de ter renda passiva porque os investidores ganham dinheiro sem precisar vender nenhum produto ou serviço e mais do que isso, se o fazem da forma correta, podem ter um aumento de patrimônio representativo no longo prazo.

Uma carteira de investimentos é uma seleção de aplicações financeiras, que pode variar entre a renda fixa e a variável.

De maneira muito simples (e hipotética), se o investidor investir 100 reais por mês, durante um 1 ano em alguma aplicação financeira rentável, ao final do período ele terá mais do que 1,2 mil reais.

Esse valor a mais que ele vai ganhar é considerado uma renda passiva.

Para concluir o pensamento, é importante notar que toda renda passiva é construída com ativos!

Mas, antes de terminar o texto, não podemos deixar de falar também dos dividendos, que são lucros pagos pelas empresas que tem ações na bolsa de valores, como forma de beneficiar os seus acionistas.

Essa renda passiva, inclusive, é usada por muitos investidores como forma de receber uma renda extra, que é reinvestida e aumenta, significativamente, o patrimônio.

Com informações do rendapassiva.org