10 Passos para Entender o Investimento em Opções Binárias

Você já deve ter cogitado a chance de ter altos ganhos em um curto espaço de tempo, não é?

Seja para solucionar as dívidas financeiras que adquiriu ao longo do tempo ou para se aposentar com segurança, vivendo só com os juros dos investimentos

Aí, ao procurar na internet algumas opções para fazer com que isso aconteça, você encontrou duas palavras (quase mágicas): opções binárias!

E pode ser que você tenha entrada em vários sites, mas ainda não encontrou a resposta correta sobre o que são essas opções binárias e como, de fato, conseguir ganhar dinheiro com elas.

Este texto é especialmente para você, que quer compreender de forma simples como esse pode ser um dos melhores investimentos financeiros dos últimos tempos ou não, o que vai depender de você.

O que são opções binárias

Também chamadas de opções digitais ou retorno fixo e nada mais são do que aplicar seus investimentos conforme uma tendência de mercado, seja em alta ou em baixa.

Isso é feito no curto prazo, mas curto mesmo, sendo que pode ser entre 15 segundos até 30 minutos.

Nessa aplicação, o investidor não consegue imaginar qual será o tamanho do ganho, mas tem que acreditar que vai haver um, o que vai aumentar, de forma mais gradual ou não, o valor do ativo.

Portanto, as opções binárias é para quem investe em ações, na bolsa de valores, como na BM&FBovespa, a bolsa de valores brasileira.

Reprodução: Google

Porém, as opções binárias tem um tipo de pagamento diferente das opções mais tradicionais da bolsa. Inclusive, os riscos e a estrutura também são totalmente diferentes.

Como funcionam as opções binárias?

É bastante simples entender o funcionamento das opções binárias: quando você tem um ativo, você precisa pensar em duas coisas que podem acontecer com ele – ou o preço dele vai subir ou vai cair, em um determinado período de tempo.

  • Se você acha que ele vai subir, você realizar uma CALL, que é uma compra de ativos.
  • Se você acha que ele cair, você realiza uma PULL, que é a venda de ativos.

Agora, a grande diferença é que, se você acertar uma dessas opções, você será remunerado com um valor fixo, que pode ser um retorno que vai entre 70 e 90% do investimento, ao invés de receber o valor oscilado, como é com as ações.

Agora, se você errar o “palpite”, você perde o valor total do investimento.

5 Cuidados para tomar com as opções binárias, que é um mercado totalmente virtual

Existem alguns pontos de alertas para quem vai investir em opções binárias. Confira!

1 – Perder Tudo: nesse mercado, os investidores têm duas opções – ou ganham um alto lucro sobre o capital ou perdem tudo que tem. Assim, um erro mínimo de centavos pode custar muito caro.

2 – Saque do Dinheiro: o mercado de opções binárias não tem a garantia da CVM (Comissão de Valores Imobiliários), com isso, há uma burocracia muito grande para sacar o dinheiro, sendo que é preciso obedecer cada regra individual das corretoras.

3 – Garantia das Empresas: Sem a CVM, o investidor fica sem garantia de que a empresa ou mesmo a corretora realmente vá pagar os valores, aliás, nem é possível confirmar, com exatidão, se elas existem.

4 – Dados Pessoais: como tudo que fica na internet, esse investimento virtual pode por em risco a segurança dos seus dados pessoais, que podem ser usados de forma ilícita.

5 – Omissão de Informações Necessárias: não há garantias de que as empresas forneçam informações completas e totalmente verídicas na tomada de decisão na hora de investir.

5 Conselhos Positivos para operar em opções binárias

Ainda que se tenha que ter muita cautela com esse tipo de investimento, os especialistas afirmam que é possível ganhar dinheiro com ele. Para tanto, selecionamos 5 passos que devem ser seguidos desde o início da aplicação.

1 – Corretora: como há possiblidades de fraudes, a escolha dos brokers ou das corretoras é extremamente importante e pode fazer toda a diferença no investimento.

2 – Estratégia: Existem várias estratégias para negociar nesse mercado e nenhuma é infalível. Para além da estratégia é preciso conhecer sobre as regras da negociação, a disciplina, entre outros.

3 – investimento: o ideal é apostar entre 1 2% da sua banca. Já um trader experiente pode ir até 5% do valor total da conta.

4 – Ativos: é preciso ler muito sobre notícias macro econômicas e sobre empresas, com seus acontecimentos internos.

5 – Saber Perder: há dias que o mercado vai estar ruim e indefinido, logo, o ideal é voltar a operar no dia seguinte.

Ainda que haja vantagens e desvantagens, o fato de não ter um órgão regulamentador por trás, faz com que esse tipo de investimento perca sua credibilidade.

Com informações do tororadar e conselhosfinanceiros